28 de janeiro de 2014

Ansiedade de separação

Meu pimpolho sempre foi uma criança bem tranquila, enquanto estava de licença maternidade e ia fazer alguma coisa, colocava no bebê-conforto e o arrastava pela casa toda. Ele nunca gostou de ficar sozinho, mas também não precisava de colo, bastava companhia, as vezes senão dava pra ficar no mesmo cômodo que eu, quando ia estender roupa por exemplo, cantava ou conversava com ele (e os vizinhos deviam me achar a pessoa mais loka ever!!), e ele se acalmava. Conforme ele foi crescendo foi pro carrinho e depois pro chão, e continuou tranquilo assim, se começava a resmungar bastava conversar que ele se acalmava, ou se não sossegava era fome mesmo rs!

Minha mãe e minha irmã ficaram de férias em dezembro e elas que cuidaram dele neste período, e me disseram a mesma coisa, ele pouco pedia colo, nessa época que ele começou a engatinhar, então tudo que ele mais queria era chão! Porem desde a primeira semana de janeiro, ele só quer colo, o meu colo, e fica chorandinho o tempo todo, um drama só, também esta acordando a noite toda e só dorme de volta mamando. No dia 13/01 começou a ir pra escola, ai imagina essa manha toda quintuplicou.

Grude!! 
Comecei a pesquisar sobre isso e encontrei algumas coisas sobre a ansiedade

24 de janeiro de 2014

Viajando com bebe

Olá!!

Esse fim de semana vamos pra praia!! E com um bebe tudo e bem mais complicado. Vamos com mais 4 casais de amigos  e só um deles tem filhos, eo que as vezes faz com que não entendam algumas situações, então complica um pouco mais rs! Mas ok será divertido!
Aproveitei para lavar a roupa durante a semana porque com o pimpolho agora na escola suja muita roupa! Ajeitei a bolsa dele mas poxa tanta coisa pra levar! Fico preocupada pois agora que esta se adaptando a rotina da escola não quero que no fim de semana, todo o trabalho da semana vá por agua abaixo, então ficarei bastante atenta aos horários para não confundir o pimpolho.

O que estou levando:

Roupas estou levando 6 trocas de calor, o marido diz ser exagero mas melhor sobrar do que faltar. E duas trocas de frio so por precaução. Além de bonés e a sunga mais fofa do mundo!!
Fraldas comum e fraldas para agua
Pomada assaduras, lencinhos, sabonete da cabeça aos pés, perfume e hidratante
Lençol, toalha e cobertor (fico receosa com esses lençóis que todo mundo usa!)
Remedinhos básicos (Antigases, antitérmico, termômetro e Adtil )
Protetor FPS 50 (Bebes são complicados no sol, tendo um tão branquinho como o meu, fico realmente desesperada com o sol)
Mamadeiras para leite, suco e agua. Pratinho e colher para comida
Papinha congelada, preparei tudo e congelei em pote pequenos pra levar
Certidão de nascimento e carteirinha do plano de saúde
Piscininha inflável
Brinquedos e tapete de EVA
Canguru 


E enquanto eu tentava dar conta de tudo, arrumar minha mala, do marido, do pequeno tinha o serzinho mais lindo engatinhando atras de mim, dizendo "mama", não é pra morrer de amores?!


22 de janeiro de 2014

Respeitem-se

Quando estava gravida li esse textinho em um blog por ai. Salvei mas não consigo me lembrar onde encontrei. As vezes quando fico meio chateada ainda leio ele, então achei bacana compartilhar com vocês! 


"Um conselho de ouro para as novas mães: respeitem-se. Respeitem suas vontades e seus limites. Não façam tudo aquilo que os outros esperam de vocês e digam não quando necessário. Quanto aos conselhos, agradeçam sempre, mas só coloquem em prática aquilo que realmente valer a pena e o que vocês sentirem, de coração, que será útil. A chegada de um bebê não é a hora de agradar os outros, e sim dos outros entenderem e respeitarem um momento que é único e só de vocês." 

Bjoos

20 de janeiro de 2014

Escola

Oi gente!

Os primeiros dias do pimpolho na escola tem sido um tanto complicados, ele esta com 8 meses, aquela fase de estranhar as pessoas, no primeiro dia foi bem tranquilo, fiquei la vendo ele pelo vidro ele “brincou” com as outras crianças mas chorou na hora de dormir, como era só adaptação viemos embora. Porem os dias seguintes foram bastante complicados acho que ele já estava entendendo que teria que ficar la sem a mamãe, não quis comer direito e chorou bastante com direito a ficar de olho inchado! Hoje é o sexto dia e ate agora não houve chororô, mas também não esta o bebe mais feliz do mundo.
E vocês alguém tem dicas pra mamãe aqui?



Bjoos de uma mamãe com coração partido =(

19 de janeiro de 2014

O tão discutido machismo

Me deu um tantao de orgulho ver o marido ser tão colaborativo! Ele ta com conjuntivite em casa me manda varias fotos no whats que tinha limpado toda a casa!! Isso me fez refletir e deu vontade de escrever!
Percebi que Ja comecei o texto com machismo quando disse que tenho orgulho do que ele fez, sendo que quando estava de licença maternidade também fazia e não era motivo de exaltação!
Entrei numa guerra particular sobre o que realmente pensava a respeito.  quantas conversas com amigas e sempre a mesma piada que homem da trabalho e bla bla bla, no fundo acho que toda mulher realmente gosta de reclamar que o marido é bagunceiro parece que precisamos fazer todo o serviço de casa com maestria para que possamos ser consideradas "boas esposas" mesmo que isso não nos faça pessoas mais completas
É um tema tao batido, discutido e rediscutidos mas que permanece arraigado na nossa cultura.
Esses dias vi essa figura no facebook


 e a principio ri e me identifiquei depois pensando melhor vi como soava machista e como era facilmente aceito pela mulheres que divertidamente compartilhavam dizendo ser exatamente o que passavam em casa.
Percebi que talvez eu seja bastante machista... E precise fazer uma reavaliação interna...

E vcs meninas como acontece por ai??

Bjoos

17 de janeiro de 2014

Mãos a Obra

Desde que descobri que estava gravida comecei a ler varios blogs de maternagem acompanho muitos, alguns ate me apego as crianças sem nunca as ter conhecido. Sempre achei o máximo como algumas amizades realmente acabam se formando por esses blogs!! A vontade de escrever vem ha muito tempo mas sempre fui muito insegura em relação a isso! Tenho que admitir que ainda sou, não me acho boa escritora, porem mutias pessoas tem me incentivado a escrever, talvez isso tenho me dado certa coragem, então vamos la! Espero que realmente possa ser bacana!